Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Irã não está perto de obter armas nucleares’, afirma ex-chefe do Mossad

Yossi Cohen, então chefe do serviço secreto israelense Mossad, durante comemoração do Dia da Independência dos Estados Unidos, na residência do embaixador americano em Israel em Herzilya Pituah, 3 de julho de 2017 [HEIDI LEVINE/AFP via Getty Images]

Yossi Cohen, ex-chefe do serviço secreto israelense Mossad, afirmou ontem (12) que o Irã não está próximo de obter uma bomba nuclear, desmentindo alegações do primeiro-ministro Naftali Bennett de que a república islâmica pode tornar-se em breve uma potência nuclear.

“Penso que, no fim do dia, o Irã não está perto de obter qualquer arma nuclear”, declarou Cohen durante evento do jornal israelense The Jerusalem Post. “Decerto, não está mais perto do que antes, e isso graças ao enorme esforço que fizemos”.

“Penso que eles têm menos apoio agora do que no passado”, insistiu Cohen.

No entanto, o ex-espião israelense alertou que, caso Teerã consiga desenvolver armamentos atômicos, “Israel deve conseguir pará-lo sozinho”.

“Temos de desenvolver capacidades para nos permitir absoluta independência e repetir o que Israel fez duas vezes no passado”, argumentou, em referência a bombardeios a reatores nucleares no Iraque e na Síria, em 1981 e 2007, respectivamente.

Cohen descreveu o acordo nuclear iraniano assinado em 2015 como “não abrangente” e reivindicou que seja “completamente reescrito”.

LEIA: Irã está pronto para construir duas usinas de energia no Líbano

Categorias
IrãIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments