Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Egito e Rússia concordam com indenização sobre queda de avião em 2015

Maria Zakharova, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, em Moscou, 27 de novembro de 2020 [Ministério de Relações Exteriores da Rússia/Agência Anadolu]

Rússia e Egito chegaram a um “entendimento de princípios” sobre a indenização a familiares das vítimas da queda de um avião na Península do Sinai, em 2015, confirmou nesta quinta-feira (16) o Ministério de Relações Exteriores da Rússia.

“Desde 9 de agosto, o tráfego aéreo aos balneários de Sharm el-Sheikh e Hurghada foi retomado”, declarou Maria Zakharova, porta-voz da chancelaria em Moscou.

“Ao longo das conversas com o lado egípcio, o tópico dos pagamentos a familiares dos cidadãos russos que morreram no ataque terrorista tornou-se foco constante de nosso ministério”, reiterou Zakharova em coletiva de imprensa.

Segundo o relato, a embaixada russa no Cairo chegou a um “entendimento de princípios com os parceiros egípcios sobre a questão”. Zakharova destacou, porém, que os detalhes sobre a indenização estão em “fase de trabalho”.

Zakharova insistiu que a retomada dos voos ocorreu após “esforços intensos junto ao Cairo, via ministérios e autoridades relevantes, para melhorar a segurança nos aeroportos egípcios”.

Voos entre Rússia e Egito foram suspensos em novembro de 2015, após um avião, com saída de São Petersburgo e destino em Sharm el-Sheikh, explodir em pleno ar, na região do Sinai — todos os 217 passageiros e sete tripulantes faleceram.

Em 9 de agosto, após anos de negociações e sucessivas inspeções de segurança, os voos entre os países foram restaurados.

LEIA: Egito assina protocolo de cooperação de segurança com a Rússia

Categorias
ÁfricaEgitoEuropa & RússiaNotíciaRússia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments