Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Polícia reprime protestos pelo segundo dia na Argélia

Manifestante exibe uma bandeira berber durante protesto contra o governo em Argel, capital da Argélia, 12 de março de 2021 [Ryad Kramdi/AFP via Getty Images]

Manifestantes entraram em confronto com a polícia no leste da Argélia nesta quinta-feira (2) pelo segundo dia consecutivo, durante protestos contra a prisão de ativistas pelas autoridades, reportou a imprensa local e a Liga Argelina de Defesa dos Direitos Humanos (LADDH).

Os atos foram convocados justamente após as forças de segurança argelinas proibirem um comício em solidariedade aos prisioneiros civis.

A polícia disparou granadas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

Segundo informações, os ativistas detidos na quarta-feira (1°) foram libertados.

A LADDH confirmou nas redes sociais que os confrontos ocorreram na cidade de Kherrata — considerada terra natal do movimento popular contra o antigo regime.

Em fevereiro de 2019, centenas de milhares de argelinos marcharam em Kherrata para rechaçar um quinto mandato do ditador Abdelaziz Bouteflika e reivindicar uma mudança no regime instituído no país desde sua independência, em 1962.

“Kherrata é símbolo do movimento pacífico”, reiterou a entidade de direitos humanos, ao exortar “calma e cautela e preservação da natureza pacífica da luta”.

LEIA: Argélia como um todo opõe-se a aliança Marrocos-Israel, afirma ministro

Categorias
ÁfricaArgéliaNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments