Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Universidades sauditas dispensam mais de 100 acadêmicos do Iêmen

Entrada da faculdade de medicina na universidade Imam Saud, na capital saudita, Riad. [Fayez Nureldine/ AFP via Getty Images]
Entrada da faculdade de medicina na universidade Imam Saud, na capital saudita, Riad. [Fayez Nureldine/ AFP via Getty Images]

As principais universidades do sul da Arábia Saudita demitiram 106 acadêmicos iemenitas após a decisão de rescindir seus contratos sem aviso prévio.

De acordo com o Portal de Notícias do Iêmen citando reportagens da mídia, uma diretiva exigiu que as instituições nas províncias de Baha, Jizan, Najran e Asir tenham apenas quatro meses para rescindir todos os contratos com cidadãos iemenitas que trabalham nessas áreas, que são próximas ao fronteira com o Iêmen, onde o reino trava uma guerra devastadora desde 2015.

As demissões terão um impacto financeiro significativo para as famílias iemenitas do outro lado da fronteira, que contam com o apoio de expatriados iemenitas que trabalham no reino.

Acadêmicos que trabalham na Universidade de Najran ficaram “verdadeiramente chocados com a decisão”, especialmente porque muitos trabalharam no reino por décadas.

O Al-Quds Al-Arabi, que obteve uma cópia da notificação oficial, informou que assim que seus contratos forem rescindidos, os acadêmicos iemenitas enfrentarão o fim de seu patrocínio e deportação, e serçao substituídos por cidadãos sauditas ou de outras nacionalidades .

De acordo com os meios de comunicação iemenitas, o caso pode reabrir o debate sobre o Tratado de Taif, assinado em 1934, que se seguiu à anexação das referidas províncias do sul pelos sauditas após a guerra com o Iêmen. Parte do acordo foi o reconhecimento dos ganhos territoriais da Arábia Saudita em troca do levantamento das restrições ao movimento trabalhista iemenita e da entrada e saída incondicional dessas regiões.

LEIA: O cliente da NSO escondido em Israel e os 43 estudantes de Ayotzinapa

Categorias
Arábia SauditaIêmenNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments