Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

App de Abu Dhabi remove opção de vacina contra covid para visitantes

Profissional de saúde com equipamento de proteção contra o covid-19 em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, 1° de abril de 2020 [Francois Nel/Getty Images]
Profissional de saúde com equipamento de proteção contra o covid-19 em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, 1° de abril de 2020 [Francois Nel/Getty Images]

Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, removeu uma opção para que visitantes se registrassem na campanha regional de vacinação contra o covid-19, em um aplicativo para celulares dedicado ao combate da doença, reportou a agência Reuters.

A supressão da alternativa no app ocorre apesar de uma linha direta administrada pela Companhia dos Serviços de Saúde de Abu Dhabi (SEHA) prometer a inclusão de turistas no processo de imunização, na última semana.

A SEHA, responsável pela infraestrutura de saúde do emirado islâmico, afirmou na ocasião que estrangeiros com visto emitido por Abu Dhabi seriam elegíveis para a vacinação gratuita, ao anunciar uma função “visitante” em seu aplicativo.

Até então, a imunização contra o coronavírus é restrita a cidadãos emiradenses e residentes com a devida documentação.

O gabinete de mídia de Abu Dhabi emitiu uma nota na quinta-feira (24) na qual alegou que as vacinas estariam disponíveis também a indivíduos com residência ou visto expirados. Entretanto, não respondeu a pedidos para esclarecer a questão.

O aumento no desemprego e as restrições de viagem durante a pandemia resultaram na perda do prazo de residência para alguns indivíduos documentados ou mesmo cancelamento.

Os Emirados Árabes Unidos, que coordenam uma das mais velozes campanhas de vacinação no mundo, são compostos por sete emirados com políticas sanitárias distintas.

Não há indício de que Dubai, região mais populosa e centro empresarial e turístico, abra a campanha contra o covid-19 a visitantes estrangeiros.

Segundo as autoridades de saúde, quase 85% da população elegível recebeu ao menos uma dose da vacina; contudo, não confirmou a proporção de indivíduos plenamente imunizados.

Devido à reabertura gradativa no país, as infecções por coronavírus aumentaram em junho. No sábado, foram registrados 2.282 casos — no total, são 624.814 casos e 1.792 mortes.

Abu Dhabi mantém restrições de entrada, incluindo quarentena e exame PCR. Mesmo cidadãos emiradenses que viajam por terra de outras regiões dos Emirados Árabes Unidos são testados para conter e monitorar o contágio.

LEIA: Arábia Saudita liberta duas ativistas após três anos de prisão

Categorias
EAUEUANotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments