Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Brasil tem atos contra a política da fome e da morte

Em Brasília, ato #600ContraFome pede auxílio emergencial de R$ 600, comida no prato e vacina no braço. [CUT Brasil]
Em Brasília, ato #600ContraFome pede auxílio emergencial de R$ 600, comida no prato e vacina no braço. [CUT Brasil]

Manifestantes neste sábado (19) exigem vacinas para a população e responsabilizam o governo pelas mais de 500 mil mortes no Brasil.

Os atos foram convocados em 438 cidades do Brasil e do mundo e Central de Mídias das Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo confirmou 457 manifestações,

O protesto obteve mais que o dobro das adesões em relação ao protesto anterior, ocorrido em 29 de maio, que aconteceu em 203 cidades. Artistas, políticos e personalidades da mídia participaram dos protestos e se manifestaram pelas redes sociais,

O ato no Rio de Janeiro teve a participação de Chico Buarque,

Com bandeiras, faixas, cartazes e slogans, Manifestantes pedem o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, vacinação ampla e segurança alimentar, cobrando “Vacina no Braço e Comida no Prato”,

Outra reivindicação é o do auxílio emergencial de R$ 600, que o governo reduziu para de R$ 150 a R$ 375., cortando também o número de beneficiários.

LEIA: Bolsonaro agradece a Netanyahu e parabeniza o novo governo israelense

Categorias
América LatinaBrasilNotícia
Show Comments
Show Comments