Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Papa descreve o Mediterrâneo como ‘maior cemitério da Europa’

Refugiados resgatados no Mar Mediterrâneo, 15 de junho de 2017 [Marcus Drinkwater/Agência Anadolu]

O Mar Mediterrâneo, uma das principais rotas para refugiados em busca de uma vida melhor, tornou-se o “maior cemitério da Europa”, afirmou neste domingo (13) o Papa Francisco, durante um sermão na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Autoridades de migração da Europa [Carlos Latuff/Monitor do Oriente Médio]

O pontífice comentou sobre um monumento erguido na cidade siciliana de Siracusa, onde um grupo de imigrantes se afogou em 2015, após um naufrágio. Os destroços foram recuperados pela marinha italiana um ano depois e então destinados ao memorial.

“Que este símbolo de muitas tragédias no Mediterrâneo continue a apelar à consciência de todos”, proferiu o líder católico, conhecido por trazer atenção à luta dos refugiados.

Recentemente, a Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou que mais de 670 refugiados morreram no Mar Mediterrâneo desde o início do ano, até então.

LEIA: Papa Francisco pede fim da violência em Jerusalém

Categorias
ÁfricaCidade do VaticanoEuropa & RússiaItáliaNotíciaOrganizações InternacionaisUnião EuropeiaVaticano
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments