Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel convoca embaixador das Filipinas sobre voto favorável a Gaza na ONU

Presidente de Israel Reuven Rivlin e Macairog Alberto, embaixador das Filipinas em Tel Aviv, 24 de fevereiro de 2021 [Wikipedia]
Presidente de Israel Reuven Rivlin e Macairog Alberto, embaixador das Filipinas em Tel Aviv, 24 de fevereiro de 2021 [Wikipedia]

O Ministério de Relações Exteriores de Israel convocou o embaixador das Filipinas, Macairog Alberto, para expressar repúdio ao voto favorável de Manila para instituir uma comissão de inquérito sobre as violações israelenses em Gaza, reportou a agência Anadolu.

Na quinta-feira (27), as Filipinas votaram a favor de estabelecer um inquérito sobre crimes de guerra cometidos por Israel durante a chamada Operação Guardião dos Muros, durante sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (UNHRC).

A recente campanha militar contra a Faixa de Gaza resultou em mais de 250 palestinos mortos, além de milhares de feridos e dezenas de milhares de desabrigados.

Segundo o jornal israelense Yedioth Ahronoth, Gilad Cohen — vice-diretor da chancelaria em Tel Aviv para a região Ásia-Pacífico — descreveu o voto como “inaceitável”.

“Israel espera que países amigos, como as Filipinas, não concedam apoio a propostas que promovem o terrorismo e que fiquem conosco neste momento”, alegou Cohen.

O Ministério de Relações Exteriores da Autoridade Palestina — em Ramallah, Cisjordânia ocupada — e o movimento de resistência palestina Hamas agradeceram a decisão dos estados-membros do UNHRC. Israel condenou a medida.

LEIA: Oficial da UNRWA desculpa-se por comentários sobre ataques em Gaza

Categorias
Ásia & AméricasFilipinasIsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments