Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Polônia se tornará o primeiro país da OTAN a comprar drones turcos

Armênia/Azerbaijão lutando contra a fúria [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

A Polônia vai comprar 24 drones armados da Turquia, disse o ministro da Defesa polonês no sábado, tornando-se o primeiro membro da Otan a comprar veículos aéreos não tripulados (UAVs) de fabricação turca, relatou a Reuters.

Os drones Bayraktar TB2, o primeiro dos quais deve ser entregue no próximo ano, serão armados com projéteis antitanque. A Polônia também vai comprar um pacote de logística e treinamento, disse o ministro da Defesa, Mariusz Blaszczak.

Blaszczak disse à rádio estatal que os drones Bayraktar TB2 “provaram seu valor em guerras” e acrescentou que os UAVs seriam atendidos por uma companhia militar, sem dar mais detalhes.

O contrato, que será concluído sem processo de aquisição, será assinado na próxima semana durante uma visita do presidente polonês Andrzej Duda à Turquia.

LEIA: Turquia critica os EUA por afirmarem que comentários de Erdogan inflamam o anti-semitismo

Autoridades na Turquia, também membro da Otan, dizem que o país se tornou o quarto maior produtor de drones do mundo desde que o presidente Tayyip Erdogan aumentou a produção doméstica para reduzir a dependência de armas ocidentais.

A empresa turca de tecnologia de defesa Baykar vendeu seu drone armado Bayraktar TB2 para o Azerbaijão, Ucrânia, Catar e Líbia. Erdogan disse em março que a Arábia Saudita também estava interessada em comprar drones turcos.

O Canadá cancelou as licenças de exportação de tecnologia de drones para a Turquia em abril, após concluir que o equipamento foi usado pelas forças azeris que lutavam contra a Armênia no enclave de Nagorno-Karabakh. As peças sob embargo incluíam sistemas de câmeras para drones armados do Baykar.

Armênia/Azerbaijão lutando contra a fúria [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Categorias
Europa & RússiaNotíciaOrganizações InternacionaisOTANPolôniaTurquia
Show Comments
Show Comments