Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líder da Bósnia diz que seu país não apoia Israel

Membro bósnio do Conselho Presidencial da Bósnia e Herzegovina, Sefik Dzaferovic, em 20 de novembro de 2018 [STR/AFP/Getty Images]
Membro bósnio do Conselho Presidencial da Bósnia e Herzegovina, Sefik Dzaferovic, em 20 de novembro de 2018 [STR/AFP/Getty Images]

Um membro bósnio do Conselho Presidencial da Bósnia e Herzegovina reagiu no domingo ao tweet do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanayahu, agradecendo às nações por apoiarem Israel contra a Palestina, dizendo que seu país não apoia a morte de civis inocentes.

“Minha mensagem para o primeiro-ministro [israelense] Netanyahu é que a Bósnia e Herzegovina não apoia e não pode apoiar a matança de civis inocentes em Gaza pelas forças militares israelenses”, escreveu Sefik Dzaferovic no Facebook.

1

Ele pediu a Netanyahu que acabe com os “ataques desproporcionais” em Gaza e dê sua contribuição para estabelecer a paz entre o povo palestino e israelense.

No início do dia, Netanyahu agradeceu e mencionou 25 países que atualmente apoiam Israel em seu ataque contínuo contra Gaza, incluindo a bandeira da Bósnia no posto.

Bisera Turkovic, a ministra das Relações Exteriores do país, também rejeitou o tweet do premiê israelense. “A Bósnia e Herzegovina apoia uma solução justa entre Palestina e Israel, nenhum ataque levará à paz e estabilidade”, disse ela em um comunicado.

“Pedimos o fim imediato dos ataques […] somente as negociações podem trazer uma paz duradoura. Também apoiamos iniciativas que ajudariam a deter a onda de violência.”

Pelo menos 220 palestinos, incluindo 34 mulheres e 62 crianças, foram mortos em ataques israelenses a Gaza desde 10 de maio.

LEIA: Os palestinos não têm direito de autodefesa?

Categorias
Bósnia & HerzegovinaEuropa & RússiaIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments