Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Egípcios expressam solidariedade aos palestinos, pedem posição de Mo Salah

Mohamed Salah, jogador de futebol da equipe britânica Liverpool, durante aquecimento para uma partida da Premier League, em 8 de maio de 2021 [Alex Pantling/Getty Images]
Mohamed Salah, jogador de futebol da equipe britânica Liverpool, durante aquecimento para uma partida da Premier League, em 8 de maio de 2021 [Alex Pantling/Getty Images]

Cidadãos egípcios foram em massa às redes sociais para expressar apoio ao povo palestino, após dias de violência imposta pela ocupação israelense, que culminou em vinte palestinos mortos nesta segunda-feira (10), incluindo nove crianças, na Faixa de Gaza.

“Não há solução senão o fim da ocupação”, escreveu o ex-vice-presidente Mohamed el-Baradei no Twitter.

Ao menos 305 pessoas ficaram feridas em Jerusalém ocupada apenas ontem, quando forças israelenses dispararam balas de borracha, gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral dentro do santuário islâmico da Mesquita de Al-Aqsa.

Os palestinos protestam em solidariedade aos residentes do bairro de Sheikh Jarrah, em Jerusalém, sob ameaça iminente de expulsão de suas próprias casas, além de forte repressão do exército israelense e agressão de colonos ilegais.

“A Palestina será sempre resistente e seu povo manterá sua luta para defender sua terra, sua honra e a Mesquita de Al-Aqsa, a primeira qibla [direção das preces] e terceiro lugar mais sagrado para o Islã. Humildemente saúde o povo oprimido”, afirmou Ahmed Tayeb, sheikh de al-Azhar, no Cairo, capital do Egito.

Cidadãos egípcios também denunciaram o silêncio de Mohamed Salah, estrela da equipe de futebol britânica Liverpool, sobretudo ao passo que outros atletas e celebridades denunciam a violência cometida por Israel nos territórios palestinos ocupados.

“Meu coração e minha alma e meu apoio a você, Palestina”, escreveu Mohamed el-Neny, jogador do Arsenal.

O atleta argelino Riyad Mahrez, contratado pelo Manchester City, tuitou uma imagem da bandeira palestina com a hashtag #SaveSheikhJarrah.

Mahmoud Abdel-Razek, capitão da equipe egípcia Zamalek, conhecido como Shikabala, também comentou: “Eles vão e nós ficaremos. Salve o bairro de Sheikh Jarrah!”

“Deus, senhor dos mundos, dará a vitória ao povo da Palestina”, declarou Mohamed Aboutrika, considerado um dos maiores jogadores da história do futebol africano, hoje no exílio devido a acusações de “terrorismo” fabricadas pelo regime de Abdel Fattah el-Sisi.

“Deus dará a vitória ao nosso povo de Jerusalém”, concluiu o ex-atleta.

LEIA: Atriz israelense-americana Natali Portman se solidariza com o povo de Sheikh Jarrah

Categorias
ÁfricaEgitoIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments