Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ex-Emir do Catar pagou resgate para soldados do Irã detidos na Síria, afirma Ahmadinejad

Ex-Presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad durante entrevista exclusiva em Teerã, 3 de setembro de 2019 [Fatemeh Bahrami/Agência Anadolu]
Ex-Presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad durante entrevista exclusiva em Teerã, 3 de setembro de 2019 [Fatemeh Bahrami/Agência Anadolu]

O ex-Presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad declarou que o ex-Emir do Catar Hamad Bin Khalifa al-Thani pagou US$57 milhões em resgate para libertar 57 soldados da Guarda Revolucionária do Irã capturados por um grupo armado na Síria, em 2012.

Segundo Ahmadinejad, em reunião com apoiadores na cidade de Bushehr, o incidente ocorreu no início da crise síria, quando um grupo armado da oposição emboscou um ônibus com soldados de elite iranianos no sul de Damasco.

O ex-presidente relatou que tanto o governo do Irã quanto o regime sírio de Bashar al-Assad fracassaram em assegurar a libertação dos prisioneiros, de modo que Teerã então contactou oficiais catarianos para negociar o resgate.

Ahmadinejad reiterou que al-Thani recusou-se a aceitar a devolução dos US$57 milhões por Teerã, ao justificar sua ação em nome da amizade entre os dois povos.

LEIA: Catar distribui US$100 a 100 mil famílias carentes em Gaza

Categorias
CatarIrãNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments