Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel impede cristãos de participar da cerimônia do Fogo Sagrado

Fiéis cristãos participam da cerimônia do Fogo Sagrado, na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém ocupada, 4 de maio de 2013 [Lior Mizrahi/Getty Images]
Fiéis cristãos participam da cerimônia do Fogo Sagrado, na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém ocupada, 4 de maio de 2013 [Lior Mizrahi/Getty Images]

Neste sábado (1°), autoridades da ocupação israelense impediram cristãos ortodoxos de participar da cerimônia do Fogo Sagrado, na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.

As informações são da agência Anadolu.

Cristãos ortodoxos, incluindo sacerdotes, que pretendiam comparecer à cerimônia, peregrinaram à igreja — um dos lugares mais santos para o cristianismo —, em Jerusalém Oriental, mas foram obstruídos pela polícia israelense nas estreitas ruas de acesso.

A cerimônia do Fogo Sagrado simboliza a ressurreição de Cristo.

Testemunhas relataram que a polícia israelense ergueu barricadas para impedir a passagem da procissão, de modo que apenas alguns poucos clérigos e fiéis puderam avançar ao local.

LEIA: Israel constrói mais unidades de assentamento na Cisjordânia

Nenhuma restrição ao número de participantes

Diferente de 2020, em meio a medidas de combate ao coronavírus, nenhuma restrição foi imposta este ano sobre o número de participantes na cerimônia.

A área abriga lugares sagrados a cristãos, judeus e muçulmanos.

As chaves da Igreja do Santo Sepulcro — motivo de disputa entre diversos grupos cristãos ao longo da história — é mantida por duas famílias palestinas muçulmanas.

O sultão otomano Abdulmecid entregou as chaves da igreja às famílias a fim de encerrar o conflito entre os grupos cristãos.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments