Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ativistas da América Latina e Espanha pedem de libertação de prisioneiros palestinos

Live promovida pela organização Amigos da Palestina reúne ativistas da América Latina e Espanha para discutir situação dos presos políticos sob ocupação israelense.

A organização argentina “Amigos de Palestina” organizou um encontro de solidariedade que reuniu vários parlamentares e ativistas de direitos humanos da América Latina e da Espanha, por ocasião do Dia do Preso Palestino, que ocorre no dia 17 de abril de cada ano.

Participaram ativistas da Colômbia, Argentina, Chile, Bolívia, El Salvador e Peru, denunciando injustiças e perseguições praticadas por Israel.

Ricardo Mohrez, Presidente da Comunidade Palestina da Colômbia,afirmou que toda a Palestina é prisioneira. “Considero que todos somos prisioneiros, embora vivamos fora da Palestina, mas também me considero um prisioneiro porque eu sofro com meu povo. Estou estou 24 horas por dia ligado à Palestina, e vejo o sofrimento que meu povo está passando. ”.

A ex-parlamentar sueca de origen chilena, Jeannette Escanilla, disse que a condição perturbadora dos prisioneiros é um dos muitos aspectos do sofrimento da Palestina ocupada que tem despertado uma ampla busca por propostas e soluções. Ela preside a iniciativa “Navio para Gaza” que navegou com uma tripulação de mulheres para a faixa palestina em 2016, buscando romper o cerco brutal imposto pelo regime israelense na cidade sitiada de dois milhões de pessoas como uma punição coletiva.

A advogada e pesquisadora Alicia Alonso destacou as condições desumanas em que vivem as mulheres palestinas nas prisões israelenses, onde os direitos mais sensíveis são violados, como o direito à maternidade, da forma mais cruel e brutal maneiras.

LEIA: Conferência parlamentar internacional destaca a tragédia que se abate sobre Jerusalém

A grande violação dos direitos humanos demonstrada por Israel fez com que figuras da esfera política latino-americana se solidarizassem e assumissem o compromisso de defender os direitos da Palestina. Foi o caso de Benita Díaz, ex parlamentar boliviana e Julia Argentina Perié, parlamentaria do Parlasur, que trabalhamna promoção da solidariedade internacional com o povo palestino. “Como mulheres no Estado Pluracional da Bolívia, respeitamos o direito a nós mesmas e a autodeterminação dos povos consagrada em nossa constituição política, que em parte inspira nossas atividades em favor da causa palestina ”, explicou Benita.

Perié, que é vice-presidente do Partido Argentino de Solidariedade, se pergunta: “O que está acontecendo com os governos do mundo? E os países que ainda apóiam o sequestro e prisão de crianças, e que continuam a apoiar a ocupação de terras palestinas por colonos israelenses que demolem descaradamente as casas palestinas e confiscam as melhores terras?” No chat, ela defendeu o envolvimento dos governos no combate ao colonialismo israelense.

Magda Baltodano, secretaria da Asociación Salvadoreña Palestina, falou sobre o trabalho de acompanhamento que a comunidade de El Salvador da situação nos palestinos territórios ocupados e dos presos políticos, pauta diária da sua entidade. A associação representa uma grande comunidade de origem árabe palestina por meio da participação em fóruns, coletivas de imprensa, eventos de solidariedade e da revista impressa Usul-Raíces, pelos quais a comunidade palestina salvadorenha toma conhecimento da situação enfrentada pelos prisioneiros.

O ativista político e defensor dos direitos humanos Camilo Chico, do Equador, ponderou sobre as estatísticas preocupantes de prisioneiros palestinos mortos em consequência de torturas, negligência médica e maus-tratos desde o momento das detenções. Ele denunciou as falhas do sistema político global dominante, que intensificou a opressão contra os povos nativos, e afirmou: “A única compulsão que nos fará sair de situações como as da Palestina é a luta popular pela liberdade, liberdade de consciência que ainda hoje nos é limitada”, disse.

LEIA: Amigos da Palestina exibe documentário “A contadora de histórias” em memória ao Dia da Terra

Categorias
América LatinaArgentinaÁsia & AméricasBolíviaBrasilChileColômbiaCubaEl SalvadorEquadorEspanhaEuropa & RússiaNotíciaPeru
Show Comments
Show Comments