Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Curta palestino ‘O Presente’ vence o Bafta

A cineasta britânico-palestina Farah Nabulsi ganhou o Bafta deste ano de melhor curta-metragem [Youtube]
A cineasta britânico-palestina Farah Nabulsi ganhou o Bafta deste ano de melhor curta-metragem [Youtube]

A cineasta britânico-palestina Farah Nabulsi ganhou o prêmio Bafta deste ano de melhor curta-metragem. O filme de Nabulsi, O Presente (The Present), se passa na Cisjordânia ocupada.

Ela aceitou o prêmio online durante a 74ª cerimônia anual do British Academy Film Awards, transmitida do Royal Albert Hall de Londres. O evento deste ano foi distribuído em duas noites para acomodar as diretrizes da Covid-19.

Em seu discurso de aceitação, Nabulsi dedicou o prêmio ao “povo da Palestina, para quem a liberdade e a igualdade são muito, muito esperadas”.

O filme, co-escrito pela cineasta e poeta palestina Hind Shoufani, foi rodado durante seis dias nos territórios palestinos ocupados. Lançado em 2 de fevereiro do ano passado, foi a estreia de Nabulsi na direção.

O Presente é um poderoso filme de 20 minutos sobre um homem palestino, Yusef, interpretado pelo ator palestino Saleh Bakri, que quer surpreender sua esposa comprando para ela uma nova geladeira como presente de aniversário. Ele leva a filha do casal, Yasmine, às compras para buscá-la. No entanto, eles primeiro têm que negociar a passagem por posto de controle militar israelense perto de sua casa …

A notícia da premiação do filme com o Bafta foi comemorada online, com uma onda de tweets parabenizando Nabulsi e sua equipe. A política palestina pioneira, Hanan Ashrawi, enviou a Nabulsi seus cumprimentos pessoais pela conquista.

Nabulsi twittou mais tarde: “Absolutamente deslumbrada !!! A BAFTA !!!”

O Presente também foi indicado ao Oscar de Melhor Curta-Metragem de Ação ao Vivo no Oscar de 2021, que acontecerá no dia 26 de abril.

LEIA: ‘As mulheres da minha geração viam os lutadores pela liberdade como Guevara, Castro e Mandela’

Categorias
Europa & RússiaNotíciaOriente MédioPalestinaReino Unido
Show Comments
Show Comments