Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Julgamento por corrupção de Netanyahu é retomado em Israel

Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu deixa tribunal durante seu julgamento por corrupção, em Jerusalém, 5 de abril de 2021 [Abir Sultan/AFP via Getty Images]
Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu deixa tribunal durante seu julgamento por corrupção, em Jerusalém, 5 de abril de 2021 [Abir Sultan/AFP via Getty Images]

Nesta segunda-feira (5), a Corte Central de Israel em Jerusalém Oriental ocupada retomou o julgamento por corrupção do Primeiro-Ministro Benjamin Netanyahu.

As informações são da agência Anadolu.

A corte ouvirá testemunhas nos três casos enfrentados por Netanyahu, acusado de fraude, propina e crime de responsabilidade.

Dezenas de apoiadores do premiê israelense reuniram-se em frente ao tribunal.

A primeira sessão do julgamento de Netanyahu foi realizada em 24 de março de 2020 e retomada em 8 de fevereiro deste ano.

Segundo o jornal israelense The Jerusalem Post, o promotor Liat Ben Ari relatou em sua apresentação que Netanyahu “abusou de seu poder para conceder benefícios ilegais em coordenação com redes centrais de imprensa, em favor de interesses pessoais”.

A lei israelense não requer a renúncia de Netanyahu a menos que seja considerado culpado pela Suprema Corte, processo que pode demorar meses.

LEIA: Pesquisa mostra que 80% dos israelenses acreditam que Israel terá 5ª eleição

Categorias
Eleições israelensesIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments