Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Vacinação da covid pode impulsionar economia do Catar

Um homem usando uma máscara como precaução contra a doença coronavírus em Doha, Catar, em 16 de março de 2020. [AFP/Getty Images]
Um homem usando uma máscara como precaução contra a doença coronavírus em Doha, Catar, em 16 de março de 2020. [AFP/Getty Images]

A capacidade do Catar de vacinar seus residentes está definida para ajudar a economia do estado do Golfo a se expandir, de acordo com o último relatório do Middle East Economic Update da Oxford Economics, que foi encomendado pelo Instituto de Revisores de Contas da Inglaterra e País de Gales (ICAEW), relatou o Peninsula Qatar.

O setor não petrolífero do Catar, que cresceu em média 1,2% ao ano de 2017 a 2019 e contraiu cerca de 3,9% em 2020, deve crescer 3,3% em 2021, acrescentou o relatório.

“Embora o setor de petróleo continue a atrapalhar o crescimento geral da economia do Catar, a preparação para a Copa do Mundo de 2022 pode desempenhar um papel importante na recuperação econômica. Com a campanha de vacinação de covid-19 em andamento, o governo do Catar deve continuar a intensificar a diversificação econômica esforços para desenvolver setores e indústrias que geram valor líquido para a economia e fomentam a inovação, em linha com a Visão Nacional do Catar 2030”, disse Michael Armstrong, diretor regional do ICAEW para o Oriente Médio, África e Sul da Ásia.

A desarticulação política no GCC também pesou sobre os investimentos estrangeiros na região, explica o relatório, referindo-se à decisão da Arábia Saudita, Emirados Árabes, Bahrein e Egito de estreitar laços com Doha em 2017 e impor um bloqueio terrestre, marítimo e aéreo ao pequeno estado do Golfo.

“Mais harmonia no GCC aumentaria a atratividade da região para investidores estrangeiros à medida que a economia global se recuperasse. Embora o potencial de valorização fosse maior para o Catar, os benefícios também poderiam ocorrer no resto da região”, acrescentou.

O boicote chegou ao fim em janeiro, com o Catar enviando o primeiro carregamento de petróleo para os Emirados Árabes no início deste mês.

LEIA: Seleção de futebol da Noruega protesta por direitos dos trabalhadores no Catar nas eliminatórias da Copa do Mundo

Categorias
CatarCoronavírusNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments