Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

50,2% das pessoas infectadas pelo coronavírus na Palestina são mulheres

Mulheres palestinas estão se manifestando durante o Dia Internacional da Mulher em Gaza em 8 de março de 2021 [Mohammed Asad / Monitor do Oriente Médio]
Mulheres palestinas estão se manifestando durante o Dia Internacional da Mulher em Gaza em 8 de março de 2021 [Mohammed Asad / Monitor do Oriente Médio]

A taxa de Covid-19 entre mulheres na Palestina é agora de 50,2 por cento do número total de infecções, revelou o Bureau Central de Estatísticas Palestino (PCBS). Das 1.525 pessoas que morreram em conseqüência do vírus, 41,4 por cento eram mulheres.

Os números foram divulgados ontem, véspera do Dia Internacional da Mulher. De acordo com o PCBS, o número total de pessoas infectadas na Palestina em 2 de março era de 185.338.

A agência aponta que três mulheres palestinas foram mortas e 128 feridas pelas forças de segurança israelenses na Cisjordânia ocupada, Faixa de Gaza e Jerusalém durante 2020. No final do ano, havia 40 mulheres palestinas detidas por Israel em prisão.

A taxa de desemprego entre as mulheres que participam na força de trabalho era de 40 por cento em 2020, em comparação com 23 por cento entre os homens, de acordo com o levantamento.

LEIA: Covid-19 e o regime de apartheid na Palestina

O PCBS também observou que a participação das mulheres em cargos de decisão ainda é limitada em comparação com os homens. Há, por exemplo, apenas uma mulher entre dezesseis governadores, e nenhum dos prefeitos palestinos é mulher.

Categorias
CoronavírusNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments