Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Irã convoca embaixador belga em protesto por condenação de seu diplomata por tribunal da Antuérpia

Policiais fortemente armados patrulham fora do tribunal durante o julgamento de quatro pessoas, incluindo um diplomata iraniano e um casal belga-iraniano, perante o tribunal criminal de Antuérpia em Antuérpia, em 4 de fevereiro de 2021. [Dirk Waem/Belga/AFP via Getty Images]
Policiais fortemente armados patrulham fora do tribunal durante o julgamento de quatro pessoas, incluindo um diplomata iraniano e um casal belga-iraniano, perante o tribunal criminal de Antuérpia em Antuérpia, em 4 de fevereiro de 2021. [Dirk Waem/Belga/AFP via Getty Images]

O Irã convocou na terça-feira (9) o embaixador da Bélgica em Teerã por causa da condenação de um diplomata iraniano em um tribunal belga sob a acusação de planejar bombardear um comício da oposição exilada perto de Paris, informou a agência de notícias estatal iraniana IRNA à Reuters.

Na quinta-feira, o diplomata Assadollah Assadi, baseado em Viena, foi condenado a 20 anos de prisão no primeiro julgamento de uma autoridade iraniana por suspeita de terrorismo na União Europeia desde a revolução iraniana de 1979.

Promoteres belgas e partes civis da acusação disseram que Assadi foi considerado culpado de tentativa de terrorismo no complô de 2018, que foi frustrado pela polícia alemã, francesa e belga.

“A decisão do Tribunal de Antuérpia viola a lei internacional e ignora as obrigações da Bélgica para com a República Islâmica do Irã, portanto o Irã não a reconhece de forma alguma”, disse a IRNA ao embaixador um funcionário do Ministério das Relações Exteriores iraniano.

Três outros iranianos foram presos por 15, 17 e 18 anos no julgamento por seus papéis de cúmplices.

LEIA: Irã insiste que não há lugar para Macron em diálogo com o Golfo

Categorias
BélgicaEuropa & RússiaIrãNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioUnião Europeia
Show Comments
Show Comments