Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Houthis do Iêmen deixam vítimas sauditas e sudanesas entre as forças abatidas em janeiro

Patrulha de Houthis em Sanaa, Iêmen, em 5 de dezembro de 2017. [Mohammed Hamoud/Agência Anadolu]
Patrulha de Houthis em Sanaa, Iêmen, em 5 de dezembro de 2017. [Mohammed Hamoud/Agência Anadolu]

O Ansar Allah do Iêmen, também conhecido como movimento Houthi, anunciou que quase 1.300 membros das forças da coalizão árabe liderada pelos sauditas foram mortos ou feridos durante as operações do movimento em janeiro passado, incluindo dezenas de soldados sauditas e sudaneses.

Na sexta-feira, o comandante houthi Yahya Saree revelou no Twitter que as forças do movimento em janeiro mataram ou feriram 1.283 combatentes das forças da coalizão, incluindo 74 sauditas e 75 sudaneses.

Saree acrescentou que as forças houthis também abateram seis aviões espiões e destruíram 92 veículos blindados e porta-aviões de propriedade do inimigo.

A coalizão árabe liderada pelos sauditas ainda não fez comentários sobre o anúncio do Houthi.

LEIA: 700 pessoas deslocadas em duas semanas no Iêmen, alerta ONU

Categorias
Arábia SauditaIêmenNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments