Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Forças israelenses demolem aldeia de Al-Araqib pela 182ª vez

Tratores israelenses após demolição da aldeia árabe beduína de Al-Araqib, em 18 de maio de 2017 [Sarah Stern/Twitter]
Tratores israelenses após demolição da aldeia árabe beduína de Al-Araqib, em 18 de maio de 2017 [Sarah Stern/Twitter]

Na terça-feira (19), forças da ocupação israelense demoliram a aldeia de Al-Araqib, localizada no deserto do Negev, pela 182ª vez, segundo informações da agência Anadolu e outros veículos de imprensa.

Fontes locais relataram que tropas israelenses invadiram a aldeia com tratores e destruíram casas e barracas. Os residentes foram deslocados.

Aziz Al-Touri, um dos moradores da aldeia, destacou que a demolição ocorreu apesar do inverno severo, pela 7ª vez desde o início da pandemia de coronavírus. “Chove e está frio, mas as forças israelenses ainda assim destruíram nossas casas”, relatou.

Os residentes locais denunciaram ainda o plano israelenses de destruir dezenas de aldeias no Negev para deslocar a população árabe e expropriar suas terras. Israel pretende construir assentamentos exclusivamente judaicos no lugar das aldeias.

Al-Araqib foi demolida pela primeira vez em 2010. Israel não “reconhece” a aldeia, mas seus residentes reafirmam sua posse sobre a terra onde nasceram e prosperaram desde o período otomano, muito antes da criação do estado sionista sobre a Palestina ocupada.

O povo de Al-Araqib reitera sua determinação em permanecer na terra e reconstruir seus lares novamente, apesar das demolições sistemáticas da ocupação israelense.

LEIA: Entre covid-19 e colonos: como uma escola da Cisjordânia luta para sobreviver

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments