Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Negociações sobre autoridade executiva da Líbia são suspensas, em Genebra

Stephanie Williams, chefe da Missão de Apoio das Nações Unidas à Líbia (UNSMIL), em Túnis, Tunísia, 16 de novembro de 2020 [Yassine Gaidi/Agência Anadolu]
Stephanie Williams, chefe da Missão de Apoio das Nações Unidas à Líbia (UNSMIL), em Túnis, Tunísia, 16 de novembro de 2020 [Yassine Gaidi/Agência Anadolu]

Stephanie Williams, representante especial em exercício das Nações Unidas, confirmou que não houve, até então, qualquer progresso nas negociações sobre o mecanismo a ser aplicado para selecionar membros da nova autoridade executiva da Líbia.

Em novembro de 2020, foi lançado o Fórum de Diálogo Político da Líbia, cujas negociações tiveram início na Tunísia. Porém, o impasse permaneceu.

Logo no início dos encontros do comitê consultivo do fórum, Williams destacou que o objetivo da reunião seria estabelecer uma autoridade executiva provisória para a Líbia, a fim de ajudar nos preparativos para as eleições marcadas para 24 de dezembro de 2021.

Williams alertou que o comitê pode não encontrar meios de garantir o compartilhamento de poder entre as partes em disputa e que a missão não poderá nomear diretamente membros da autoridade executiva provisória.

Contudo, expressou esperanças de que o comitê possa chegar às recomendações esperadas durante os sucessivos encontros, previstos para terminar no próximo domingo (24), a fim de retomar os debates.

LEIA: Quatro corpos exumados em valas comuns de Tarhuna, na Líbia

Enquanto isso, o general Ahmed al-Mesmari, porta-voz do exército líbio, confirmou que a Turquia ainda mobiliza tropas e armas para manter o pleno controle da base aérea de Al-Watiya, como ponte aérea militar para o exército turco, junto da base de Misrata.

Em comunicado emitido na noite de sexta-feira (15), al-Mesmari destacou que as forças da Turquia não deverão deixar o país norte-africano através das negociações em curso, apesar de confirmado o acordo de cessar-fogo.

Em coletiva de imprensa, também na sexta-feira, o Ministro de Relações Exteriores da Rússia Sergey Lavrov e sua contraparte saudita, o príncipe Faisal Bin Farhan, enfatizaram a necessidade de encerrar as intervenções estrangeiras na Líbia.

Ambos enalteceram os esforços de cessar-fogo e destacaram a importância de um processo político abrangente, com a participação de todas as forças em campo na Líbia, a fim de alcançar uma solução duradoura para os conflitos no país.

LEIA: Família de cidadão turco sequestrado na Líbia pede sua soltura

Categorias
ÁfricaEuropa & RússiaLíbiaNotíciaSuíça
Show Comments
Show Comments