Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Presidente Abbas modifica lei eleitoral na Palestina

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, dá entrevista coletiva sobre o chamado plano de paz de Trump em Ramallah, Cisjordânia, em 28 de janeiro de 2020 [Issam Rimawi / Agencia Anadolu]
O presidente palestino, Mahmoud Abbas, dá entrevista coletiva sobre o chamado plano de paz de Trump em Ramallah, Cisjordânia, em 28 de janeiro de 2020 [Issam Rimawi / Agencia Anadolu]

A Autoridade Palestina (AP), a OLP e o presidente da Fatah, Mahmoud Abbas, modificaram a lei eleitoral, revelou ontem o diretor executivo da Comissão Eleitoral Palestina, Hisham Kahil.

Em declarações à rádio palestina oficial, Kahil contou que o presidente havia retirado a condição que exigia o compromisso dos candidatos com as obrigações políticas da OLP e aumentado a cota de representação feminina de 20% para 26%. Segundo ele, sexta-feira Abbas irá se encontrar com o chefe da Comissão Eleitoral Palestina para chegar a um acordo sobre os decretos presidenciais relativos às eleições, sendo que todas as mudanças feitas na lei ficarão disponíveis ao público em 48 horas.

“Essas mudanças foram feitas a fim de não permitir espaço para apelações contra o processo eleitoral”, disse Kahil.

No ano passado, Hamas e Fatah concordaram em realizar as primeiras eleições na Palestina em quase 15 anos, com as votações parlamentares e presidenciais agendadas no prazo de seis meses, conforme o acordado entre os dois partidos.  No entanto, as disputas sobre os procedimentos a serem tomados antes do pleito deixaram muitos em dúvida sobre se as eleições seriam mesmo realizadas.

LEIA: Equipe de Biden pede à Autoridade Palestina que realize eleições

Categorias
NotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments