Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Netanyahu diz que normalização realiza a profecia bíblica

Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu durante cerimônia para marcar a chegada de um avião da empresa de courier internacional DHL, transportando vacinas Pfizer, ao Aeroporto Ben Gurion perto de Tel Aviv, em 9 de dezembro de 2020 [Abir Sultan/ AFP via Getty Images]
Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu durante cerimônia para marcar a chegada de um avião da empresa de courier internacional DHL, transportando vacinas Pfizer, ao Aeroporto Ben Gurion perto de Tel Aviv, em 9 de dezembro de 2020 [Abir Sultan/ AFP via Getty Images]

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu afirmou na quarta-feira que a normalização dos laços entre Israel e os estados árabes é uma realização de uma profecia bíblica, informou a mídia israelense.

“Surpreendentemente, aqui no Oriente Médio, temos feito progresso ativamente na realização da profecia bíblica de ‘paz na terra’, ou pelo menos nesta parte da terra”, disse ele, segundo o jornal israelense The Jerusalem Post.

“No ano passado, e com a ajuda ativa dos Estados Unidos e do presidente Trump, avançamos com os acordos de Abraham, alcançando avanços históricos entre Israel e o mundo árabe”, acrescentou.

“Após 26 anos sem um novo tratado de paz, tivemos quatro novos acordos em menos de quatro meses e isso é apenas o começo”, declarou ele, segundo o The Times of Israel.

LEIA: Israel lança primeiro voo direto ao Marrocos

“Esta é uma mudança nova e revolucionária”, acrescentou. “Isso tornará a vida melhor, um lugar melhor para todas as pessoas do Oriente Médio. Isso tornará o mundo melhor.”

Netanyahu afirmou que “mais e mais países árabes estão repensando as atitudes hostis tradicionais em relação a Israel e estão buscando a reconciliação com o Estado judeu.”

O primeiro-ministro israelense reiterou que esses países deixaram de considerar Israel como seu inimigo. “Em vez de considerar Israel como seu inimigo, eles nos consideram cada vez mais um amigo, um aliado, um aliado vital e um parceiro vital”, afirmou.

Em setembro, Israel assinou dois acordos de normalização com os Emirados Árabes Unidos e Bahrein na Casa Branca. Em outubro, o Sudão concordou em normalizar as relações com Israel. Este mês, o Marrocos assinou um acordo de laços com Israel.

LEIA: Diálogo para normalização com Israel teve início em 2018, diz Marrocos

Categorias
ÁfricaBahreinEmirados Árabes UnidosIsraelMarrocosNotíciaOriente MédioPalestinaSudão
Show Comments
Show Comments