Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Emirados fornecem armas aos separatistas do Iêmen na província de Abyan

Combatentes leais aos separatistas do Conselho de Transição do Sul do Iêmen (STC) [Nabil Hasan/ AFP via Getty Images]
Combatentes leais aos separatistas do Conselho de Transição do Sul do Iêmen (STC) [Nabil Hasan/ AFP via Getty Images]

Os Emirados Árabes Unidos forneceram às milícias do Conselho de Transição do Sul (STC) do Iêmen um novo carregamento de armas e mísseis térmicos para uso nos confrontos em curso contra forças leais ao governo do presidente, Abd Rabbuh Mansur Hadi, na província de Abyan.

O líder da Resistência do Sul, Adel Al-Hasani, disse que os Emirados Árabes Unidos entregaram o novo carregamento de armas e mísseis ao STC por meio do líder salafista Nizar Al-Wajeeh Al-Yafei, comandante da 4ª Brigada Al-Amaleqah.

Al-Hasani postou fotos das armas no Twitter, explicando que elas já haviam entrado no campo de batalha durante os recentes confrontos na governadoria de Abyan.

Choques violentos eclodiram entre o STC apoiado pelos Emirados Árabes Unidos e as forças pró-governo em várias frentes na governadoria de Abyan, que resultaram em dezenas de mortos e feridos em ambos os lados.

LEIA: Ministro saudita reage à Alemanha: “podemos comprar armas de outros países”

Fontes políticas iemenitas disseram que a formação de um governo se tornou mais complicada após o início dos confrontos armados.

Al-Quds Al-Arabi citou afirmação de uma fonte política de que “a eclosão de confrontos na área de Shakra da província de Abyan é uma forte indicação de que a formação de um novo governo com a participação do STC entraria em colapso.”

Em julho passado, a coalizão saudita anunciou um mecanismo para acelerar a implementação do Acordo de Riad, assinado entre o governo iemenita e o STC e que prevê a formação de um governo com igual participação do norte e do sul.

Categorias
Arábia SauditaEmirados Árabes UnidosIêmenNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments