Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Assad concorda em normalizar laços com Israel, sob condições

Manifestação de apoio ao Presidente da Síria Bashar al-Assad contra sanções dos Estados Unidos ao país, em Damasco, 11 de junho de 2020 [Louai Beshara/AFP/Getty Images]
Manifestação de apoio ao Presidente da Síria Bashar al-Assad contra sanções dos Estados Unidos ao país, em Damasco, 11 de junho de 2020 [Louai Beshara/AFP/Getty Images]

O Presidente da Síria Bashar al-Assad afirmou em entrevista à agência de notícias russa Sputnik que não é contra a ideia de estabelecer “relações normais” com a ocupação israelense, mas apenas se certas condições forem cumpridas.

Assad afirmou que, para conduzir negociações entre Síria e Israel, é imperativo “restaurar todas as terras sírias” ocupadas pelo estado sionista.

Prosseguiu Assad: “Nossa posição é bastante clara desde o início das conversas de paz, na década de 1990, quase há trinta anos, quando dissemos que a paz para a Síria está correlacionada a reconquistar nossos direitos.”

“Não podemos ter relações normais com Israel até que restaure nossas terras. A questão é muito simples … Conversas só serão possíveis quando Israel estiver disposto a devolver as terras sírias ocupadas, mas jamais se dispuseram, não agora, nem nunca”, reiterou.

Em 2019, o Presidente dos Estados Unidos Donald Trump reconheceu unilateralmente a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, território sírio expropriado por Israel durante a guerra de 1967. Contudo, a anexação israelense de Golã jamais angariou apoio internacional.

LEIA: Israel recruta ex-agentes de inteligência para espionar cidadãos árabes

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments