Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Estados Unidos responderão ‘mil vezes mais’ a qualquer ataque do Irã, afirma Trump

Presidente dos Estados Unidos Donald Trump durante comício eleitoral em Winston-Salem, Carolina do Norte, Estados Unidos, 8 de setembro de 2020 [Peter Zay/Agência Anadolu]
Presidente dos Estados Unidos Donald Trump durante comício eleitoral em Winston-Salem, Carolina do Norte, Estados Unidos, 8 de setembro de 2020 [Peter Zay/Agência Anadolu]

Nesta terça-feira (15), o Presidente dos Estados Unidos Donald Trump prometeu que qualquer ataque do Irã terá resposta “mil vezes maior em magnitude”, diante de boatos de que forças iranianas planejam assassinar um diplomata americano, em retaliação à morte de Qasem Soleimani, chefe das Forças Quds, unidade de elite do exército iraniano, em janeiro.

‘Qualquer ataque do Irã, de qualquer forma, contra os Estados Unidos terá como resposta um ataque mil vezes maior em magnitude’, ameaça Trump

LEIA: EUA elogiam negativa da Liga Árabe em condenar acordo Emirados Árabes-Israel

Segundo informações da rede Politico, divulgadas no último domingo (13), fontes de inteligência reportaram que o Irã considera um plano para executar Lana Marks, Embaixadora dos Estados Unidos na África do Sul.

Teerã, contudo, desmentiu as alegações como propaganda e parte de uma campanha de contra-inteligência, às vésperas das eleições presidenciais nos Estados Unidos, em novembro.

Não obstante, segundo o website The Hill, a comunidade de inteligência americana – incluindo o diretor da Agência Central de Inteligência (CIA) – negou qualquer comentário sobre tais rumores.

Informações referentes aos planos de assassinato circulam há meses dentre a comunidade de inteligência americana, mesmo após Trump prometer, em agosto, “um acordo com o Irã em quatro semanas”, caso reeleito presidente.

Um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da África do Sul declarou ainda não estar ciente de qualquer conspiração.

LEIA: A compra do prédio da embaixada dos EUA em Tel Aviv por bilionário pró-Israel levanta questões éticas no Congresso

Categorias
ÁfricaÁfrica do SulÁsia & AméricasEstados UnidosIrãNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments