Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Egípcios demonstram indignação por política de demolição massiva do governo

Forças de segurança do Egito utilizam um trator para demolir uma casa, em 30 de outubro de 2015 [Ashraf Amra/Apaimages]
Forças de segurança do Egito utilizam um trator para demolir uma casa, em 30 de outubro de 2015 [Ashraf Amra/Apaimages]

Muitos egípcios estão indignados com a política indiscriminada de demolições, conduzida pelas autoridades, contra a população mais pobre do país.

Testemunhas relataram à rede Al Jazeera que centenas de famílias pobres podem acabar nas ruas após perderem suas casas, na província de Gharbiya, no norte do Egito.

As autoridades não apenas demolem as casas, mas também prendem os proprietários sob pretexto de terem realizado obras sem alvará, segundo os relatos.

Estima-se que o Egito tenha cerca de 2.8 milhões de edifícios construídos de forma irregular, além de 1.7 milhões de unidades de infraestrutura e quase 400.000 residências, sob risco de demolição.

Entretanto, residentes locais temem que o estado realize algumas das demolições com o intuito de forçar os habitantes a pagar indenizações e multas, a fim de coletar recursos, ao invés de efetivamente aplicar a lei.

LEIA: Manifestantes exigem justiça após a polícia do Egito matar um jovem

Categorias
ÁfricaEgitoNotícia
Show Comments
Show Comments