Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Corte de Israel decide libertar ativista do BDS Mahmoud Nawajaa

Palestinos protestam pela libertação de Mahmoud Nawajaa, coordenador palestino do movimento de Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS), mantido nas cadeias de Israel, na Cisjordânia, 11 de agosto de 2020 [issam Rimawi/Agência Anadolu]

Uma corte israelense decidiu ontem (17) libertar Mahmoud Nawajja, coordenador-geral do movimento de Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS) na Palestina.

A Associação de Direitos Humanos e Apoio aos Prisioneiros Palestinos Addameer relatou em nota à imprensa que a Corte Militar de Salem, no norte da Cisjordânia ocupada, determinou a soltura incondicional do ativista palestino.

Nawajaa foi preso em sua residência em Ramallah, no dia 30 de julho, acusado de pertencer a um partido clandestino e fornecer serviços à entidade, segundo informações da Addameer.

O movimento de BDS busca “conquistar a liberdade, justiça e igualdade, e trabalha para proteger os direitos inalienáveis do povo palestino”. Suas conquistas em âmbito internacional forçaram Israel a criar um ministério próprio para tentar conter a mobilização civil e reagir às suas iniciativas.

LEIA: Campanha BDS anuncia: Mahmoud Nawajaa está livre!

Categorias
BDSNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments