Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Rebeldes houthis capturam oficiais de banco em Sanaa, capital do Iêmen

Policial iemenita em frente ao edifício do Banco Central do Iêmen, na capital Sanaa, 25 de agosto de 2016 [Mohammed Huwais/AFP/Getty Images]
Policial iemenita em frente ao edifício do Banco Central do Iêmen, na capital Sanaa, 25 de agosto de 2016 [Mohammed Huwais/AFP/Getty Images]

O grupo rebelde houthi capturou dois funcionários do Banco Islâmico Saba e os coagiu a assinar ordens financeiras sob pressão, no Iêmen.

“Sicários filiados ao grupo houthi, com sede em Sanaa, sequestraram Mohammad al-Baidani e Mohammad al-Qadi, que trabalhavam como assistentes do gerente-geral do Banco Islâmico Saba, na província de Dhamar”, afirmou uma fonte do banco, segundo a rede local Al-Masdar Online.

A fonte observou que al-Baidani foi sequestrado a caminho do aeroporto, para realizar uma viagem cujo objetivo era “participar de reunião do conselho do banco, no Djibuti”. Reiterou que os sequestradores forçaram os funcionários da instituição financeira a “assinar ordens, enquanto detidos, de transferência de dinheiro para uma conta registrada no Banco Central do país.”

No últimos meses, diversos oficiais bancários iemenitas foram capturados por ações coordenadas, conduzidas pelos houthis, a fim de pressionar os bancos do país a aprovar pedidos irregulares e pagar tributos destinados ao financiamento do grupo rebelde.

LEIA: Iêmen registra fortes chuvas, 111 casas destruídas em Sanaa

Categorias
IêmenNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments