Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Marroquinos processam governo espanhol por discriminação nas evacuações em meio à pandemia

Homem caminha com máscara facial durante o estado de emergência pelo governo contra o surto de covid-19, em Madri, Espanha, em 04 de abril de 2020 [Burak Akbulut/ Agência Anadolu]
Homem caminha com máscara facial durante o estado de emergência pelo governo contra o surto de covid-19, em Madri, Espanha, em 04 de abril de 2020 [Burak Akbulut/ Agência Anadolu]

Ativistas civis marroquinos estão tentando processar o governo espanhol por sua discriminação entre nativos espanhóis e marroquinos na evacuação de seus cidadãos e residentes presos no Marrocos, devido à pandemia do covid-19.

O método de evacuar marroquinos que residem na Espanha em cruzeiros de Marrocos aumentou o ressentimento, devido à falta de condições de segurança e superlotação. A maioria dos cidadãos espanhóis foi evacuada por avião.

LEIA: Cônsul do Marrocos deixa a Argélia após comentários sobre ‘país inimigo’

A Associação de Amigos do Povo Marroquino da Espanha, da ITRAN, anunciou que a maneira como o governo espanhol lida com os marroquinos residentes em seu território é “discriminatória”, devido a considerações de segurança reduzidas quando comparadas com as contrapartes espanholas. Uma queixa sobre o assunto foi submetida ao Defensor del Pueblo e um processo está sendo preparado após a obtenção da aprovação.

O ITRAN está atualmente reivindicando ao promotor público a indenização pelos danos causados aos marroquinos residentes na Espanha, devido à desigualdade enfrentada.

Categorias
ÁfricaEspanhaEuropa & RússiaMarrocosNotícia
Show Comments
Show Comments