Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

União Europeia, Finlândia e Itália fornecem US$ 18,6 milhões aos hospitais de Jerusalém

Palestinos feridos são vistos em 17 de maio de 2018 [Ashraf Amra/ Agência Anadolu]

A União Européia, a Finlândia e a Itália doam 17 milhões de euros à Autoridade Palestina (PA), apoiando o pagamento de encaminhamentos médicos para hospitais de Jerusalém Oriental, informou ontem o Escritório do Representante da UE.

De acordo com o comunicado do órgão, 13 milhões de euros são financiados pela UE, hum milhão de euros pela Itália e 3 milhões de euros pela Finlândia, planejados para envio em junho.

“A União Europeia e seus estados membros estão comprometidos em apoiar os hospitais de Jerusalém Oriental em meio à crise da covid-19 e suas graves implicações de saúde, sociais e econômicas. Trabalhamos de mãos dadas com a Autoridade Palestina para sustentar e manter o acesso aos serviços médicos de todos os palestinos”, afirmou o representante da União Europeia Sven Kühn von Burgsdorff.

Os hospitais de Jerusalém Oriental estão entre as poucas instituições palestinas que ainda funcionam na cidade.

De acordo com membros árabes do Knesset israelense, os hospitais de Jerusalém Oriental precisam de 6,5 milhões de euros para lidar com o coronavírus, informou o Arab News no mês passado.

No mês passado, a UE, a Áustria e a Espanha também apoiaram o Ministério do Desenvolvimento Social da AP e seu Programa de Transferência de Renda, responsável pelo fornecimento de proteção social básica às famílias mais vulneráveis da Cisjordânia e Gaza.

A União Européia contribuiu com 12,5 milhões de eurose a Áustria e a Espanha com hum milhão de euros, beneficiando aproximadamente 114.000 famílias palestinas.

LEIA: Presidente da Palestina encerra ‘todos os acordos’ com Israel e os EUA

Categorias
Europa & RússiaIsraelItáliaNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioUE
Show Comments
Show Comments