Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

FIFA critica Reino Unido por tolerar lavagem esportiva saudita em compra de clube britânico

Clube de Futebol do Newcastle United [Youtube]

A FIFA Ethics and Regulation Watch (FERW) criticou o governo britânico por permitir que o Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, presidido pelo príncipe herdeiro Mohammed Bin Salman, assuma o controle do Newcastle United.

LEIA: Catar garantiu Copa do Mundo FIFA de 2022 via propina, concluem promotores dos EUA

A FERW disse em comunicado que estava preocupada que governos com baixos registros de direitos humanos como a Arábia Saudita estejam “investindo dinheiro no esporte na tentativa de melhorar sua imagem”; uma prática conhecida como “lavagem esportiva”.

Em uma carta ao secretário de Estado britânico de Digital, Cultura, Mídia e Esporte, Oliver Dowden, FERW disse: “A compra em perspectiva do Newcastle United por um consórcio, que é 80% de propriedade do fundo soberano da Arábia Saudita, é preocupante. por causa de seu pobre histórico de direitos humanos. As alegações contra o regime saudita incluem a autorização do assassinato de Jamal Khashoggi, um dissidente saudita e jornalista do The Washington Post, ativistas de direitos humanos presos com pouco ou nenhum acesso a julgamentos justos ou direitos judiciais, e o crescente uso de espionagem online contra seus opositores. ”

LEIA: Catar divulga seu emblema oficial para a Copa do Mundo da FIFA 2022

O presidente dos EUA, Donald Trump, protege o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman [Twitter]

A carta cita informação da Anistia Internacional de que a Arábia Saudita está tentando usar o glamour e o prestígio do futebol da Premier League como uma ferramenta de relações públicas para disfarçar o péssimo histórico de direitos humanos do país.

O órgão de fiscalização da FIFA pediu uma revisão da decisão.

Categorias
Arábia SauditaEuropa & RússiaFIFANotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioReino Unido
Show Comments
Show Comments