Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

AP pede que palestinos retidos no exterior fiquem nesses países

Policiais palestinos usam máscaras para se protegerem contra o coronavírus, em guarda em Belém, Cisjordânia, em 5 de março de 2020 [Wisam Hashlamoun / Agência Anadolu]

O chefe do Gabinete do Ministro das Relações Exteriores da Palestina, Dr. Ahmed Al-Deek, pediu aos palestinos reditos no exterior e aos estudantes que desejam retornar à Palestina para ficar em seus países anfitriões e cuidar de sua saúde até novas instruções.

Al-Deek disse que o ministério abriu milhares de canais de comunicação com comunidades palestinas ao redor do mundo, assim como estudantes que estudam no exterior, verificando suas condições de saúde e segurança e pediu que cumprissem as instruções de saúde emitidas pelos países anfitriões sobre a pandemia de coronavírus. .A autoridade palestina explicou que o ministério conseguiu retornar vários estudantes palestinos à Faixa de Gaza e à Cisjordânia, incluindo Jerusalém, depois de se coordenar com a Jordânia, o Egito e os países anfitriões.

LEIA: OMS entrega à AP kits de teste de coronavírus e máscaras faciais

No entanto, ele observou que, após as medidas preventivas tomadas pela Jordânia para enfrentar a disseminação do coronavírus, incluindo o fechamento de seu aeroporto e passagens de fronteira, todos os estudantes e membros da comunidade no exterior devem permanecer onde estão.

 

Categorias
CoronavírusIsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments