Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Hotéis de Gaza tornam-se centros de quarentena

Cidadãos de Gaza começa a usar máscaras e luvas após os primeiros casos de coronavírus no território palestino, em 22 de março de 2020 [Mohammed Asad/Monitor do Oriente Médio]

O Ministério do Interior palestino na Faixa de Gaza afirmou neste domingo (22) que assumiu a administração de dois hotéis modernos na região, a fim de transformá-los em centros de quarentena a todos aqueles que retornam do exterior ao território palestino sitiado, conforme declaração oficial emitida à imprensa.

Iyad Al-Bozom, porta-voz do ministério, declarou que os proprietários dos hotéis Commodore e Blue Beach os concederam ao governo para serem utilizados como centros de quarentena. Segundo o oficial palestino, o Alto Comitê de Emergência contra o Coronavírus decidiu utilizar as instalações para pacientes idosos.

Al-Bozom também destacou que estes são dois dos dezenove centros de quarentena distribuídos pela Faixa de Gaza, sob severo bloqueio israelense há catorze anos.

Na noite de sábado (21), autoridades de Gaza anunciaram os dois primeiros casos diagnosticados com coronavírus (Covid-19).

Autoridades afirmaram que os indivíduos em questão foram testados na Travessia de Rafah, na fronteira com o Egito, antes mesmo de entrarem no território palestino, e foram imediatamente postos em quarentena. Todos os indivíduos que retornavam junto a eles também foram postos em quarentena.

Um oficial da ONU alertou que Gaza é particularmente vulnerável a um possível desastre caso o coronavírus se propague em âmbito local, devido à falta de remédios e equipamentos médicos por causa do severo cerco israelense.

LEIA: Delegação da OMS chega a Gaza após dois primeiros casos diagnosticados de Covid-19

Categorias
CoronavírusNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments