Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Dois soldados e três civis são mortos por ataques a bomba na Somália

Área atingida por ataques a bomba na Somália [AA]

Ao menos dois soldados do governo somali foram mortos e quatro outros feridos por um ataque executado com um artefato explosivo improvisado que atingiu um veículo militar na periferia de Mogadishu, capital da Somália, segundo fontes oficiais. Além dos soldados, três civis também foram feridos.

Mohamed Bulle, oficial de polícia de Mogadishu, relatou à agência Anadolu por telefone que a explosão ocorreu em Sinka Dheer, subúrbio da capital. “Oficiais de polícia chegaram à cena do crime e transferiram os feridos a hospitais”, afirmou.

Ainda nesta segunda-feira (10), ao menos três civis foram mortos após uma explosão à beira de uma rodovia atingir um micro-ônibus, na província de Baixa Shabelle, sul da Somália.

Ibrahim Adan, governador de Baixa Shabelle, confirmou o atentado e as baixas civis à agência Anadolu, também por telefone.

Até então, nenhuma organização assumiu responsabilidade por nenhum dos ataques, embora o al-Shabaab tenha alegado responsabilidade por outros atentados cometidos no país africano ao longo dos anos. O grupo paramilitar filiado à al-Qaeda frequentemente executa ataques a bomba para tentar agredir o governo central, que recebe apoio das tropas de paz das Nações Unidas e da União Africana.

Em dezembro de 2019, quase noventa pessoas – incluindo dois cidadãos turcos – foram mortos, além de 150 feridos, por a um ataque suicida em Mogadishu.

Categorias
ÁfricaNotíciaSomália
Show Comments
Show Comments