Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel sitia terras palestinas em Belém, na Cisjordânia ocupada

Colono judeu é visto em um campo agrário palestino após cercá-lo para dar início a construções ilegais no bairro de Beit Jala, em Belém, Cisjordânia ocupada, 3 de setembro de 2019 [Wisam Hashlamoun/Agência Anadolu]

Forças israelenses emitiram ontem (15) ordens para sitiar centenas de dunums de terras agrárias nas cidades palestinas de Al-Khader e Irtas, na província de Belém, Cisjordânia ocupada.

Hasan Breijieh, chefe da Comissão para Resistência ao Muro e aos Assentamentos, relatou à mídia local que as ordens foram emitidas contra um total de 350 dunums de terra agrária, equivalentes a 350.000 m² de terras, com o objetivo de “expandir os assentamentos ilegais e atravessar cidades e aldeias palestinas de Belém com estradas [exclusivas aos colonos israelenses].”

Breijieh reiterou que a decisão deverá “devorar mais e mais terras agrárias palestinas e impedir os proprietários palestinos de ter acesso às suas terras, pois o cercamento deverá tomar também 150 metros de terras em ambos os lados do perímetro.”

As cidades, aldeias e bairros de Belém são submetidos sistematicamente ao aumento do roubo de terras pela ocupação ilegal de Israel, a fim de expandir os projetos de assentamentos ilegais israelenses e eventualmente anexar os territórios.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments