Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel proíbe equipe de esgrima de competir no Catar

Semifinal do Campeonato Mundial de Esgrima realizado em Budapeste, Hungria, em 10 de agosto de 2013 [Marie-Lan Nguyen/Wikimedia Commons]

A equipe israelense de esgrima foi proibida por seu país de viajar ao Catar para competir, sob alegação de ameaças de segurança impostas pelo Irã, segundo fontes de mídia.

A emissora israelense Kan escreveu em sua página no Twitter: “A agremiação recebeu orientações claras para não viajar ao Catar, além do fato de que não possuímos vistos de Doha.”

O jornal Haaretz reportou ontem (14) que a agência de segurança israelense Shin Bet emitiu um alerta diretivo de “aumento no nível de ameaça na região do Golfo”.

Em declaração, o Ministério de Esportes e Cultura de Israel afirmou: “Devido à avaliação da situação feita pelo Shin Bet após os eventos recentes em nossa região, o nível de ameaça no Golfo tem aumentado … Em face disto, o Shin Bet baniu delegações da região por questões de segurança.”

A ordem aplica-se apenas às equipes. Portanto, membros individuais da delegação israelense ainda podem competir.

O Grand Prix de Esgrima do Catar deve ocorrer na Zona Aspire (Cidade do Esporte) na capital catariana Doha, entre 25 e 27 de janeiro.

Categorias
CatarIrãNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments