Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Eleições presidenciais na Argélia registram 139 candidatos

Urna eleitoral na Argélia [Flickr]

A Autoridade Nacional Independente para as Eleições na Argélia anunciou na quinta-feira (10) que 139 candidatos se registraram para concorrer às eleições presidenciais marcadas para 12 de dezembro de 2019. As informações são da rede de notícias Al-Araby Al-Jadeeed.

Ali Draa, diretor de comunicação da agência argelina, espera que o número cresça ainda mais pois as inscrições permanecem abertas até o dia 25 de outubro.

Dois ex-primeiro-ministros, Ali Benflis e Abdul-Majid Taboun, estão entre os candidatos à presidência. Aparentemente, eles possuem vantagem comparados aos adversários, que incluem ex-ministros de estado e ex-vice-ministros.

Diversas figuras proeminentes e lideranças de facções argelinas, incluindo os líderes do Movimento da Sociedade por Justiça e da Frente por Desenvolvimento e Justiça, recusaram-se a indicar candidatos às eleições, pois acreditam que o exército não está dedicado a realizá-las de modo transparente.

Protestos populares conduzidos a partir de fevereiro conseguiram depor o então presidente argelino Abdul-Azis Bouteflika, em abril deste ano, ao reivindicar também a remoção de toda a elite política no governo e a investigação de pessoas suspeitas de envolvimento em casos de corrupção.

O Exército, principal agente político no cenário argelino desde a renúncia de Bouteflika, reiteradamente declarou que as eleições seriam a única forma de sair dessa crise, ao prometer que a autoridade eleitoral teria todos os poderes e a autonomia para garantir a liberdade do voto.

Categorias
ÁfricaArgéliaNotícia
Show Comments
Show Comments