Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Primeiro-ministro palestino discute no Egito desassociação econômica de Israel

O primeiro-ministro palestino Mohammad Shtayyeh preside a reunião semanal do gabinete, realizada no vale do Jordão, na Cisjordânia, em 16 de setembro de 2019. [Issam Rimawi/Agência Anadolu]

O primeiro-ministro palestino, Mohammad Shtayyeh, elogiou os esforços egípcios para apoiar a economia palestina durante uma visita ao Cairo, informou o diário Asharq Al-Awsat. Ele falou em uma conferência de imprensa ao lado de seu colega egípcio Mostafa Madbouly.

De acordo com a informaçãp, o primeiro-ministro palestino descreveu a estratégia do governo de desvincular-se progressivamente de Israel, a autoconfiança por meio do fortalecimento de produtos nacionais e a abertura de mercados árabes para produtos palestinos.

Shtayyeh está visitando o Egito à frente de uma delegação ministerial de alto nível no Cairo “para discutir a cooperação voltada a fortalecer as relações econômicas como parte de um plano palestino para o desligamento gradual de Israel”, afirmou Asharq Al-Awsat.

Enquanto isso, o primeiro-ministro egípcio “afirmou que seu governo está pronto para acompanhar todas as questões levantadas pelo lado palestino e trabalhar para implementá-las o mais rápido possível, e fornecer todas as formas de apoio ao governo palestino”.

Shtayyeh enfatizou as dificuldades enfrentadas, em particular, pelos palestinos em Gaza.

“O sofrimento do nosso povo na Faixa de Gaza é sem precedentes; 95% da água não é potável, a taxa de desemprego é de 55%, a taxa de pobreza é de 72% e a eletricidade está disponível apenas 8 horas por dia ”, relatou o principal.

Shtayyeh disse que a delegação “chegou a muitos acordos, acrescentando que o governo deseja abrir novos horizontes com o Egito”.

“Queremos que nossos produtos entrem no Egito e queremos que os produtos estejam presentes em nossos mercados”, disse ele, segundo a agência de notícias Wafa.

O Egito é o terceiro país árabe na visita de Shtayyeh, depois de visitas à Jordânia e ao Iraque para discutir formas de apoiar a economia palestina.

O Egito mantém um papel importante nos esforços de longa data para avançar na reconciliação nacional palestina, além de atuar como intermediário nas conversações indiretas entre facções palestinas na Faixa de Gaza ocupada e as autoridades israelenses.

Categorias
ÁfricaEgitoIsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments