Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líderes do Sudão visitam rei saudita em Riad

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad Bin Salman Al Saud, conversou com o chefe do Conselho Militar de Transição do Sudão (TMC), Abdul Fattah al-Burhan (Esq.) durante uma cúpula emergente da Liga Árabe no Palácio Al Safa, em Meca, na Arábia Saudita 31 de maio de 2019 [Bandar Algaloud/Conselho do Reino Saudita/Divulgação /Agência Anadolu]

O chefe do Conselho Soberano do Sudão, Abdul Fattah Al-Burhan, chegou, ontem, a Riad em uma visita oficial, a primeira desde que assumiu o cargo em agosto.

O primeiro-ministro sudanês Abdullah Hamdouk acompanhou Al-Burhan. A visita ocorre após um convite do rei saudita Salman Bin Abdulaziz, marcando a primeira vez desde a formação do novo Conselho Soberano Civil-Militar do Sudão.

Os dois líderes foram acompanhados pelo ministro das Relações Exteriores do Sudão, Asma Abdullah, pelo ministro das Finanças, Ibrahim Al-Badawi, e pelo ministro do Comércio, Madani Abbas, e pelo diretor do Serviço de Informações Gerais (SIG), Abu Bakr Dumblab.

Segundo autoridades SPA, o rei Salaman disse estar “apoiando a estabilidade e a prosperidade do Sudão”.

A reunião também discutiu maneiras de melhorar a cooperação entre os dois países em todos os campos.

Desde junho de 2011, o Movimento Popular de Libertação do Norte do Sudão luta contra as Forças Armadas Sudanesas nos estados do Kordofan do Sul e do Nilo Azul. Em 21 de agosto de 2019, Abdalla Hamdok foi empossado como primeiro-ministro pelo período de transição de 39 meses após o qual as eleições podem ser realizadas.

Os sudaneses esperam que o acordo de período de transição assinado em agosto acabe com a turbulência que o país vem exercendo desde que os militares expulsaram Al-Bashir, após protestos generalizados contra seus 30 anos de governo.

Categorias
ÁfricaArábia SauditaNotíciaOriente MédioSudão
Show Comments
Show Comments