Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Quatorze palestinos ficam desabrigados após Israel destruir suas casas em Jerusalém

Forças da ocupação israelense demoliram três residências e diversas estruturas comerciais e agrárias em Jerusalém e Beit Ummer, distrito a noroeste de Hebron (Al-Khalil), em um período de 24 horas, alegando falta de alvará para construção, segundo informações do website Arab48.

A casa demolida em Hebron ainda estava em obras e possui 150 metros quadrados, segundo o ativista palestino Mohamed Awad.

Autoridades israelenses demoliram casas e sitiaram propriedades de terra pertencidas a cidadãos árabes sistematicamente, em particular no distrito de Beit Ummer, Hebron.

Na última quarta-feira (2), em Jerusalém, tratores israelenses demoliram outras duas residências, uma casa menor e um celeiro de propriedade da família Ubaidat.

Ali Ubaidat afirmou enorme espanto quando descobriu que as forças de ocupação cercavam sua propriedade para começar a demolir seu celeiro e seu estábulo para cavalos, ovelhas e galinhas, sem qualquer aviso prévio.

Ali Ubaidat é palestino de Jerusalém e vive com sua esposa em uma casa cuja área não supera 85 metros quadrados. Segundo ele, a residência foi construída em 1994, mas já foi demolida antes. Da primeira vez, as forças israelenses ao menos permitiram que o palestino retirasse seus pertences do local antes de destruí-lo.

As autoridades também destruíram uma casa menor onde seu filho, Moataz, residia com seus quatro filhos, além de outra residência construída em 1992, propriedade de Walid Ubaidat, também membro da família.

Walid, sua esposa e seus cinco filhos viviam nesta casa.

Cercas em torno da fazenda também foram destruídas.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestineVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments