Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Facebook suspende página de Netanyahu por incitação contra árabes

Logo do Facebook [West McGowan/Flickr]

O Facebook proibiu o primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, de enviar mensagens privadas, após sua incitação aberta contra os cidadãos árabes e uma liderança árabe eleita em Israel.

Em uma mensagem enviada a seus seguidores via Facebook, Netanyahu os incitou os seguidores contra os árabes, e em particular contra o parlamentar Ayman Odeh.

Conforme noticiado pela agência Russia Today, Netaniahu escreveu: “A formação de um perigoso governo de esquerda deve ser evitado na próxima semana, com Lapid e Odeh, Gantz e Lieberman, um governo secular, esquerdista e fraco, formado por árabes que querem nos exterminar a todos, crianças, mulheres e homens. Este governo permitirá ao Iran adquirir uma bomba nucler para nos destruir”

Neste contexto, imediatamente Ayman Odeh, que encabeça a Lista Árabe Conjunta, contatou o Facebook e pediu que essas mensagens de incitamento fossem removidas e Netanyahu punido.

A pedido da Odeh, o Facebook retirou Netanyahu do direito de enviar mensagens privadas de sua conta por violar os regulamentos da plataforma.

A campanha de Netanyahu tentou isentar o primeiro ministro do envio da mensagem. A campanha alega que a mesma foi publicada por um funcionário, sem o consentimento de Netanyahu, e que foi excluída assim que ele tomou conhecimento.

Categorias
IrãIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments