Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel emitiu 17 mil dólares em multas contra palestinos de Jerusalém em julho

Palestinos fazem a oração de sexta-feira no bairro de Wadi Hummus, na cidade de Sur Baher, na periferia sudeste de Jerusalém Oriental, em reação à demolição de casas palestinas por parte de Israel. Em 2 de agosto de 2019. [Wisam Hashlamoun - Agência Anadolu]

Palestinos do bairro de Issawiya, em Jerusalém, pagaram multas no valor de 17 mil dólares pela liberdade condicional de pessoas detidas em prisões israelenses, disse ontem o advogado do Centro de Informações Wadi Al-Hilwa, Mohammed Mahmoud.

Segundo o site Arab48, o advogado disse que a maioria dos prisioneiros foi espancada e torturada pela polícia israelense, que recentemente intensificou suas campanhas na área.

Por mais de dois meses, a ocupação israelense vem impondo um estrito cerco a Issawiya. Durante este tempo, realizou incursões quase diárias nas áreas residenciais e deteve inúmeros palestinos.

Na operação, a polícia intimou o menino palestino de quatro anos de idade, Muhammad Rabi ‘Elayyan, acusado de jogar pedras. Após sua chegada à delegacia de polícia , as forças de ocupação decidiram advertir seu pai sobre o comportamento da criança.

Dias depois, o pai de Qais Firas Obaid, de 6 anos, foi chamado para interrogatório alegando que seu filho teria atirado uma embalagem de bebida nas forças de ocupação israelenses.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments