Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel tenta destruir a unidade árabe usando jornalistas desconhecidos

Blogueiro saudita, Mohammed Saud ,durante sua turnê por Israel [Screenshot]

Israel está usando jornalistas árabes desconhecidos para criar uma divisão na região e respaldar sua afirmação de que está normalizando as relações com os países do Golfo, disseram usuários de mídias sociais.

Isso aconteceu quando seis jornalistas árabes participaram de uma turnê por Israel, a convite de Tel Aviv. Em imagens que circulam nas redes sociais, um dos jornalistas, o blogueiro saudita Mohammed Saud, foi cuspido e chamado de “traidor” pelos palestinos, enquanto visitava a Mesquita Al-Aqsa sob a proteção das forças de ocupação israelenses.

Os sindicatos de jornalistas árabes divulgaram inúmeras declarações condenando tais visitas e advertiram seus membros a não participarem de tais excursões.

O editor-chefe do site de notícias Arabi21, Firas Abu-Hilal, disse que as pessoas que visitaram Israel eram jornalistas desconhecidos ou apenas blogueiros, ressaltando que a visita deles representa a face “feia” da normalização, que vem crescendo mais rápido do que nunca.

“Esse tipo de normalização é o mais perigoso porque, por meio dele, Israel tenta penetrar na nação árabe com uma imagem popular”, disse Abu-Hilal, observando que Israel busca esse tipo de normalização mais do que a normalização com os regimes árabes.

Abu-Hilal disse que esta visita é usada para promover a ideia de que o conflito árabe-israelense é menos importante que o conflito árabe-iraniano e de que distanciar-se do Irã significa aproximar-se de Israel.

Jornalistas palestinos, baseados em Londres, revelaram que nenhum dos convidados à turnê integra algum órgão oficial de imprensa em seu país de origem.

Categorias
Arábia SauditaIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments