Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ataque israelense à Agência Anadolu foi criminoso, diz ativista

O fogo sobe após aviões israelenses atingirem o prédio onde fica o escritório da Agência Anadolu em Gaza em 4 de maio de 2019 [Agência Ashraf Amra / Anadolu]

O ataque de Israel ao escritório da Agência Anadolu na Faixa de Gaza em maio é apenas um dos muitos ataques criminosos contra a mídia, segundo um defensor palestino dos direitos humanos.

“O ataque de Israel ao escritório da Agência Anadolu em Gaza foi uma séria violação do direito internacional. É um dos muitos ataques criminosos de Israel contra jornalistas, visando impedir a documentação e cobertura das políticas sistemáticas de ocupação de Israel, colonialismo dos assentamentos e apartheid contra o povo palestino ”, disse Hind Awwad, que integra a campanha de Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS).

Em uma entrevista para marcar o 14º aniversário do movimento, Awwad disse que sempre exigiu um extenso embargo militar contra Israel por causa da negação dos direitos e ataques contra os palestinos, especialmente os jornalistas em Gaza.

“Apelamos à Turquia para assumir a liderança em por fim a todo comércio militar com Israel”, disse ele.

Em 4 de maio, aviões de guerra israelenses atingiram o prédio em Gaza, onde o escritório da Agência Anadolu estava localizado, com pelo menos cinco foguetes, após tiros de advertência. Nenhum ferimento ou morte foi relatado, mas o prédio foi destruído.

Liberdade de Imprensa em Israel – Cartoon [Sabaaneh / Monitor do Oriente Médio]

Categorias
Europa & RússiaNotíciaOriente MédioPalestineTurquia
Show Comments
Show Comments