Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel demole aldeia beduína de Al-Araqeeb pela 144ª vez

Policial israelense vigia uma manifestação contra a demolição da aldeia beduína de Al-Araqeeb [Hazem Bader/AFP/Getty Images]

Forças de ocupação israelenses demoliram a aldeia árabe de Al-Araqeeb, no Negev, e deslocaram seus residentes pela 144ª, noticiou o website Arab48.

Testemunhas da aldeia afirmaram que tratores israelenses, escoltados por um grande número de policiais pesadamente armados, invadiram a aldeia e destruíram casas de residentes palestinos, incluindo idosos, mulheres e crianças, deixando-os novamente desabrigados.

O último ataque à aldeia ocorreu em 17 de abril; residentes foram presos ao tentar interromper a demolição de suas casas. Estes são acusados de construir sem licença sob multas exorbitantes de centenas de milhares de dólares para cobrir os custos da demolição.

Al-Araqeeb é uma das 51 aldeias árabes no Negev, não reconhecida pelas autoridades da ocupação israelense. Sua demolição tem como propósito preparar o terreno para construir casas para novas comunidades judaicas.

As multas impostas por Israel sobre os residentes de Al-Araqeeb chegam a milhões de dólares, afirmou o jornal Quds Press; Israel os cobra pelo uso dos tratores que executam a demolição de suas casas.

Cortes israelense determinam que os proprietários de residências não-autorizadas devem demolí-las; contudo, quando não o fazem, tratores israelenses executam a demolição e os proprietários são obrigados a pagar pelo serviço.

Em 1969, Israel passou a exigir que proprietários de terras registrem suas terras junto ao governo; desde então, porém, não aceitou qualquer requerimento registrado por residentes árabes do Negev.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestineSlide Grande
Show Comments
Show Comments