Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Exército de Israel expulsa 15 famílias palestinas do Vale do Jordão

Tanques militares israelenses estacionados no Vale do Jordão, durante exercício de treinamento militar, em 6 de maio de 2015 [Shadi Hatem/Apaimages]

No domingo (12), forças de ocupação israelenses despejaram 15 famílias palestinas de suas residências em Khirbet Hamsa Al-Faqwa, norte do Vale do Jordão, leste da Cisjordânia ocupada, sob alegação de que a área seria utilizada para treinamento militar, realizado três dias por semana sobre um período de três semanas.

Waleed Assaf, chefe do Comitê Nacional de Resistência ao Muro e Assentamentos, afirmou que o despejo é parte do assédio contínuo de Israel contra a população a fim de forçá-los a abandonar completamente a região.

Assaf explicou que as autoridades israelenses desejam deslocar os residentes a fim de controlar estas áreas.

“Cerca de 98 cidadãos não têm para onde ir e foram abandonados em situações difíceis e catastróficas,” declarou Assaf, explicando que o comitê tentou prevenir o despejo por meio de seus advogados. As autoridades israelenses, no entanto, emitiram ordens militares para a evacuação.

A área de Tubas Oriental, evacuada na ocasião, possui geografia similar ao sul do Líbano; portanto, é conveniente a operações de treinamento militar das forças de ocupação israelenses.

A maioria do Vale do Jordão está sob controle militar israelense absoluto, embora se localize dentro da Cisjordânia. Entretanto, ao menos 44 por cento das terras totais do Vale do Jordão foram reapropriadas por forças israelenses para propósitos militares e exercícios de treinamento.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments