Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel tenta sabotar esforços palestinos na ONU contra a ocupação

1
Tribunal Penal Internacional em Haia, Holanda, 23 de dezembro de 2019 [Wikipedia]

Com ajuda dos Estados Unidos, Israel planeja sabotar novos esforços palestinos na Organização das Nações Unidas (ONU) para solicitar urgência na averiguação do Tribunal Penal Internacional (TPI), sediado em Haia, sobre a legalidade da ocupação israelense.

Segundo o website Ynet News, o Comitê de Políticas Especiais e Descolonização deve debater a matéria nesta quarta-feira (9). Caso haja consenso, os palestinos levarão a pauta a nova votação na Assembleia Geral da ONU, em dezembro.

Dias atrás, a Comissão de Inquérito das Nações Unidas sobre Violações de Direitos Humanos em Cisjordânia e Gaza publicou um relatório concernente aos ataques israelenses contra o território costeiro em maio de 2021, quando ao menos 254 palestinos foram mortos.

O relatório concluiu que Israel cometeu crimes de guerra e lesa-humanidade.

No último ano, em seu discurso à Assembleia Geral, Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina (AP), confirmou levar a matéria a Haia para obter uma perícia legal sobre as violações perpetradas pela ocupação.

Em resposta, Gilad Erdan, embaixador de Israel na ONU, demandou uma votação análoga nesta sexta-feira (11), com intuito de neutralizar os esforços palestinos.

LEIA: A ONU desperdiça vidas e tempo palestinos

Categorias
IsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments