Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Rússia intensifica ataques com drones iranianos, Ucrânia planeja defesa

1
Presidente russo Vladimir Putin encontra-se com seu homólogo iraniano Ebrahim Raisi, durante cúpula da Organização de Cooperação de Xangai (OCX), em Samarcanda, Uzbequistão, 15 de setembro de 2022 [Presidência da Rússia/Agência Anadolu]

O Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelenskiy reuniu-se nesta segunda-feira (26) com chefes de segurança para planejar formas de responder à adoção russa de “novos tipos de armas”, após as forças ocupantes intensificarem ataques com drones iranianos em Odessa.

As informações foram corroboradas por uma fonte regional e pelo gabinete da presidência em Kyiv, reportou a agência de notícias Reuters.

A Rússia executou ao menos cinco ataques contra alvos em Odessa, ao empregar veículos não-tripulados Shahed-136, de fabricação iraniana, confirmou Serhiy Bratchuk, porta-voz do governo regional durante coletiva de imprensa.

Um dos ataques atingiu uma instalação militar no sul de Odessa, no início da manhã de segunda-feira, destacou Bratchuk; contudo, sem conceder detalhes.

“O inimigo tenta poupar em mísseis”, comentou o porta-voz. “Esses Shaheds são muito mais baratos e podem ser usados com muito mais frequência e em pares. Vemos que o inimigo pode lançar vários desses drones kamikazes para um único ataque”.

Na sexta-feira (23), Zelenskiy denunciou publicamente o uso de drones iranianos por Moscou e ordenou a remoção das credenciais do embaixador iraniano em Kyiv, assim como redução da equipe diplomática no país.

Teerã nega suprir o Kremlin com drones militares e prometeu responder “proporcionalmente”.

Zelenskiy encontrou-se com o comandante máximo das Forças Armadas Valeriy Zaluzhnyi, seu chefe de inteligência militar Kyrylo Budanov, seu Ministro da Defesa Oleksii Reznikov, entre outros oficiais de alto escalão.

“Durante o encontro, cada participante abordou de sua conta a questão do uso inimigo de novos tipos de armas e destacou planos para reagir a tais meios”, declarou o comunicado do gabinete de Zelenskiy, sem conceder detalhes.

Os novos equipamentos de guerra incluem sistemas de foguetes Himars, munição antitanque Javelin e drones turcos Bayraktar, com impacto evidente no curso dos sete meses de confrontos deflagrados pela invasão russa ao país vizinho, em fevereiro.

No sábado (24), autoridades militares do sul da Ucrânia confirmaram abater diversos drones Shahed sobre os mares de Odessa e Pivdennyi, que banham portos estratégicos da região.

Em comunicado distinto, a Força Aérea relatou que um drone iraniano Mohajer-6 – modelo maior, com mais poder de fogo – foi abatido pela primeira vez sobre os céus da Ucrânia.

LEIA: Rússia transfere paraquedistas da Síria à Ucrânia

Categorias
Europa & RússiaIrãNotíciaOriente MédioRússiaUcrânia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments